Procrastinação: o que é e como mudar esse hábito?

Como a procrastinação afeta a sua produtividade?

Avaliação
Sem votos

Publicado em 16/07/2021 | Atualizado em 16/07/2021

Imagem do Topo
Procrastinar

Um dos seus maiores sonhos é empreender, mas você sempre deixa para agir mais tarde? Você sabe que precisa expandir o marketing da sua empresa, mas ainda não contratou um funcionário para o cargo. Você tem que marcar uma reunião para discutir questões de financiamento, mas nunca encontra oportunidade. Você tem ideias brilhantes para o seu negócio, mas elas não saem do papel. Qual é o problema?

 

Um dos maiores vilões do empreendedorismo é a procrastinação, que pode ser definida como o adiamento ou a demora em realizar uma tarefa. Embora geralmente seja relacionada a falta de motivação ou auto sabotagem, a procrastinação é muito comum, e todo mundo está suscetível a deixar para depois tarefas difíceis e menos prazerosas.

 

Por isso, milhões de pessoas no mundo inteiro recorrem a treinamentos e livros para vencer a procrastinação. Isso porque ela afeta diretamente no sucesso pessoal e profissional dos procrastinadores, que frequentemente demoram ou até mesmo deixam de realizar tarefas que, embora entediantes ou menos estimulantes, são importantes para a concretização de um projeto.

 

Além disso, se engana quem pensa que os procrastinadores aproveitam o tempo enquanto não finalizam as suas tarefas. Muitas pessoas sofrem de ansiedade enquanto não fazem o que precisam, mesmo que não tenham a coragem de começar.

 

Entre as consequências também estão a culpa e o estresse pela não realização de tarefas ou a entrega de um projeto mediano que foi feito em pouquíssimo tempo. A longo prazo, viver com a procrastinação é desgastante, pois os projetos sempre são postergados ou feitos às pressas, enquanto o tempo de lazer nunca é aproveitado com tranquilidade.

 

Os conselhos mais comuns são o planejamento e o autocontrole, mas existem outras medidas que você pode tomar para se tornar mais produtivo. O primeiro passo, entretanto, é aprender um pouco mais sobre as origens da procrastinação e entender como ela influência nas tomadas de decisões de um procrastinador.

 

Origem da procrastinação

Os especialistas oferecem uma explicação científica para a procrastinação. Existem duas áreas cerebrais que entram em conflito quando o procrastinador tem que fazer uma tarefa. Não é algo patológico: ambos os comportamentos serviram no passado para propagar a espécie humana e garantir sua sobrevivência.

 

Na maioria das vezes, o procrastinador sofre um dificílimo impasse. Se por um lado, ele quer receber a recompensa rápida e prazerosa de uma tarefa fácil, pelo outro, é importante se ater aos planos para o futuro, e isso requer disciplina e foco, mesmo que as ações a tomar sejam trabalhosas.

 

O sistema límbico, também conhecido como cérebro emocional, é a parte do cérebro responsável pelos prazeres imediatos e pode ser associada a emoções, comportamentos e memórias.

 

Para os cientistas, o corpo humano se adaptou para poupar o gasto de energia na vida pré-histórica, já que a comida era escassa e eles necessitavam caçar para se alimentar. Por isso, o inconsciente se preparou para avaliar positivamente. Dessa maneira, liberando dopamina para as recompensas imediatas, como comidas gordurosas ou açucaradas, que davam ao ser humano caloria suficiente para sobreviver momentaneamente, embora essas soluções não funcionassem a longo prazo.

A outra parte do cérebro programada para a tomada de decisões é o córtex pré-frontal (PFC), ligado ao planejamento racional e cognitivo. Estudos sugerem que, no passado, os seres humanos que se planejavam para o futuro, estocando comida e prevenindo riscos, tinham mais chance de sobrevivência. Por isso, o córtex pré-frontal é a área do cérebro que vai livrar as pessoas da procrastinação, ao permitir que elas tenham um vislumbre do futuro e organizem ações para conquistar os objetivos.

 

Para os procrastinadores, é mais difícil se concentrar no plano a longo prazo, por isso eles comumente agem de acordo com o sistema límbico. Além disso, os procrastinadores têm inabilidade para regular as emoções e dificuldade de resistir aos prazeres imediatos, por isso costumam postergar tarefas importantes para realizar outras mais simplórias, que trarão benefícios a curto prazo.

 

Há também a teoria de que a procrastinação pode ser aprendida na infância através de comportamentos de pessoas que são referência, como os pais ou outros cuidadores. Existem, na verdade, inúmeras razões para postergar uma atividade, e é importante que você saiba reconhecê-la para combatê-la e finalmente colocar em prática os seus projetos. Vamos listar algumas técnicas que você pode implementar na sua rotina para se tornar menos procrastinador e mais produtivo.

1 Identifique a causa da procrastinação

Já abordamos esse assunto acima, mas um dos primeiros passos para se livrar da procrastinação, ou pelo menos controlá-la, é identificar a sua causa. Muitas vezes, o empreendedor se sente desmotivado para concretizar os seus planos e, por mais que queira agir, não consegue.

 

✔️ Você não sabe por onde começar

 

Quando o projeto é muito ambicioso, o empreendedor pode ficar perdido, sem saber que passos tomar a princípio. A melhor dica para esse problema é o famoso brainstorming. Deixe a sua mente criativa abrir novos caminhos. A espontaneidade é essencial para o empreendedor, e é um método para se livrar da procrastinação.

 

✔️ Você não entende do assunto

 

Para muitas pessoas, entrar em uma área relativamente nova pode ser desafiador, e isso pode ser um motivo para elas adiarem certas tarefas. No caso de novos empreendimentos, fazer pesquisas sobre o assunto pode te motivar a sair da inércia.

 

✔️ Medo do fracasso

 

O perfeccionista é um bom empreendedor, certo? Nem sempre. O perfeccionismo é um ótimo aliado contanto que não atrapalhe no seu desempenho e principalmente no cumprimento de prazos. No caso de projetos que não têm data para entrega, como um novo empreendimento, você não precisa deixá-lo perfeito para começar. Planeje bem, mas não deixe de agir.

 

 

✔️ A novidade do trabalho acabou

 

Nós, seres humanos, somos movidos por impulsos. Quando um trabalho deixa de ser novidade, ele deixa também de provocar a sensação estimulante que um desafio traz para nós. Para se manter motivado no seu projeto, tente inovar as abordagens e os métodos. Assim, você se sentirá mais estimulado a começar algo “novo”.

 

✔️ A tarefa vai ser demorada

 

Se as primeiras tarefas do seu empreendimento forem demoradas, você pode se sentir desmotivado a começar. Nesse caso, aprenda a se planejar, separando algumas horas ou um dia inteiro para realizar o que precisa. Certifique-se de que terá tempo suficiente para completar toda a tarefa, para não fazer apenas a metade e deixar o restante para depois.

 

✔️ A tarefa que você tem que fazer é entediante

 

Muitas vezes, você sabe exatamente o que tem que fazer, mas não age porque, para ser franco, a tarefa que você tem que fazer é chata. Nesse caso, o nosso cérebro entende que, como não se trata de algo estimulante, pode sempre ser empurrado para um momento em que nós estaremos mais dispostos. O problema é que esse momento pode chegar tarde demais e, em alguns casos, nunca chegar.

 

Observe que a procrastinação é mais comum na nossa vida do que a gente pensa e pode ser decorrente de várias situações. Agora que você já identificou a causa da sua procrastinação, se concentre no que pode fazer para tirá-la do caminho.

2 Ranqueie as suas tarefas

Comece sempre com o mais importante. Faça uma lista com as tarefas que precisam ser feitas e coloque no topo as que são mais importantes. Crie um sistema de relevância, em que as tarefas mais simples só possam ser realizadas depois que as mais urgentes forem finalizadas. Dessa maneira, você evitará o hábito de fazer o que é fácil e simples em vez do que realmente importa.

3 Foco no resultado

Os procrastinadores costumam pensar a curto prazo e geralmente não têm um vislumbre claro do futuro. Por isso, as tarefas mais imediatas ganham mais relevância que as demoradas. Entretanto, é importante que os empreendedores se concentrem no resultado que estão procurando, de maneira que consigam ser motivados pela imagem da concretização de seus planos.

 

Pense: 🤔 Você se planejou porque quer conquistar seus objetivos. Ninguém pode fazer o que você planejou. Então, não adianta delegar a tarefa a alguém que não é você. E não adianta postergar porque, se você não fazer, ninguém mais vai.

 

Uma boa dica para visualizar melhor o seu objetivo é manter perto de você uma demonstração concreta do que o projeto pode parecer. Se você quiser investir em um prédio, construa uma maquete, mesmo que a princípio não seja um modelo exato do que você tem em mente. Este planejamento deve ser mantido em um lugar visível.

 

Caso você queira montar uma loja, faça um painel semântico, com referências visuais do que você quer ter no seu negócio. Esse método pode te ajudar a reunir referências, organizar a pesquisa e pode até mesmo servir como um mostruário para o seu cliente no futuro.

 

Se o seu projeto for menos visual, você pode simplesmente usar post-its com a descrição do que você quer fazer e deixá-los à vista, para que você não perca o vislumbre do seu objetivo.

4 Melhore o seu ambiente de trabalho

Muitas pessoas não conseguem se concentrar em qualquer espaço, então é imprescindível que você encontre um lugar que lhe garanta a tranquilidade de que precisa. Se você trabalha em casa e mora perto de uma escola ou de um hospital ou corpo de bombeiros, tem que saber lidar com o barulho constante ou talvez seja melhor procurar um local mais tranquilo.

 

Caso não seja uma boa opção para você trabalhar em casa, pense em um café que não tenha muitas distrações ou um escritório tranquilo para você se concentrar no que tem que fazer.

 

É importante também investir em bons móveis, como uma cadeira confortável e um espaço amplo, com boa iluminação, para que você não se incomode enquanto trabalha.

5 Aprenda a gerenciar o tempo

O tempo é o maior inimigo do empreendedor. Na maioria nas vezes, enquanto gerenciamos o nosso negócio, parece que falta tempo para realizar tudo. É claro que é importante reservar um espaço na nossa agenda para descansar e renovar as energias, mas o tempo investido no trabalho deve ser bem gasto.

 

Caso você seja um procrastinador, pode ter todo o tempo disponível do mundo e irá postergar as tarefas importantes. Para evitar a demora em realizar o seu projeto, aprenda a gerenciar o seu tempo.

 

Você não precisa trabalhar o tempo inteiro para conquistar os seus objetivos. Só precisa ser produtivo no tempo imposto para ser produtivo. Separe diferentes horários do dia para trabalhar, para descansar, para se exercitar e para o lazer. Faça um cronograma para cada tarefa a ser realizada e se mantenha fiel à sua agenda.

 

Outra maneira de cumprir melhor as tarefas no tempo proposto é separar as grandes tarefas em pequenas tarefas, para que você não se sinta tão sobrecarregado ou intimidado por uma grande incumbência. Por exemplo, se você tiver que planejar um evento, separe em seções tudo o que você precisa fazer e comece pelo mais importante.

6 Defina um tempo específico para realizar as tarefas

Esse passo será realizado melhor depois que você aprender a gerenciar o seu tempo. Depois que você separar um tempo específico para cada tarefa, concentre-se apenas nela, e não se deixe distrair.

 

📌Lembre-se de que existe uma agenda a ser cumprida e que você já delegou um horário para tudo.

7 Combine tarefas chatas com recompensas

Caso você não goste de realizar uma tarefa, tente se recompensar ao finalizá-la. Por exemplo, se você precisa fazer uma tabela de empregados divididos em uma determinada escala de trabalho, tente se recompensar por terminar esse trabalho com algo que gosta.

 

O mesmo sistema pode ser usado como penalização quando uma tarefa não é cumprida. Se você não terminou de fazer o que precisava porque ficou nas redes sociais ou colocou tarefas menos importantes na frente, passe um tempo sem mexer no celular ou se impeça de comprar algo que quer muito até que a tarefa seja cumprida.

 

A ideia é que a sua mente associe as tarefas às recompensas ou consequências para que você tenha uma motivação a mais caso a finalização da tarefa não lhe traga tanta empolgação.

8 Celebre pequenas vitórias

Para um procrastinador, terminar uma tarefa importante, ainda que simples, é uma grande conquista. Principalmente se foi feita sem nenhuma interrupção. Celebre o que você já conseguiu fazer e continue cumprindo as metas propostas.

 

É possível até celebrar pequenas vitórias usando a estratégia do passo anterior. Você pode celebrar e ao mesmo tempo se recompensar, de maneira proporcional ao trabalho finalizado. Por exemplo, se você finalmente agendou aquela visita ao médico, pode se recompensar com cinco minutos navegando em redes sociais, desde que isso, é claro, não tome tempo do seu trabalho.

9 Comece aos poucos

Não adianta tentar resolver todos os problemas de uma vez. É por isso que você vai começar aos poucos. A sua agenda, além de servir como um método de organização, funciona para que você não se cobre demais durante o tempo que tem disponível. Comece aos poucos, dando preferência às tarefas importantes, mas sem se sobrecarregar.

 

Depois que conseguir estabelecer o seu próprio ritmo, você pode aumentar o fluxo de trabalho. Mas, tente se monitorar e observar o quanto você consegue planejar sem que se sinta desencorajado e comece novamente a procrastinar.

 

📌 Lembre-se: a regularidade é mais importante que a rapidez, então é preferível que você cumpra o que propôs para si mesmo no tempo estabelecido, sem acumular tarefas que possivelmente serão deixadas de lado

10 Anote as suas ideias

As pessoas que trabalham com planejamento estão sempre pensando em seus projetos, por isso, é comum alguém ter uma ideia relacionada ao trabalho a qualquer momento. É importante ter o hábito de anotar ideias que muitas vezes são deixadas para depois. Escreva tudo o que vier à mente e, se possível, separe algum tempo próximo para elaborar um pouco mais a ideia, antes que ela fique presa no campo das ideias e nunca mais saia de lá.

11 Não desista

Vamos ser sinceros. Ninguém deixa de ser um procrastinador do dia para a noite. Haverá vezes em que você vai procrastinar sem mesmo perceber. Quando isso acontecer, não se culpe.

 

Na maioria das vezes, o crescimento profissional é medido a partir do erro, e não antes dele. O importante é o que você faz com o conhecimento adquirido ao longo do processo e como pode aplicá-lo no futuro. Você comete sempre os mesmos erros? Veja onde você errou e observe os seus passos da próxima vez para que não aconteça novamente.

12 Mindfulness

Especialistas indicam o mindfulness para evitar a procrastinação. Quando sentir que está prestes a desistir de alguma tarefa, tente praticar a meditação. Feche os olhos, concentre-se na respiração e conte até cinco. Inspire. Expire. Faça de novo.

 

Você vai acalmar o seu corpo e a sua mente, se livrar do estresse e controlar mais as suas ações. Lembre-se de que a procrastinação é ligada à impulsividade, então, quanto mais você consegue se concentrar no que é importante, mais controle você tem de suas escolhas

13 Implemente a regra dos 5 minutos

Esse passo funciona principalmente para projetos que não têm prazo. Caso seja muito difícil se motivar para iniciar uma tarefa, tente fazê-la por cinco minutos. Se quiser, use um temporizador. A ideia é que você comece a fazer uma tarefa somente pela obrigação e que continue a fazer depois de começar.

14 Prepare-se antes de começar

Muitas vezes, o planejamento é a metade do processo. Por isso, às vezes até a preparação de um projeto pode ser postergada. Mas, tirar um tempo para se planejar é essencial para um projeto mais elaborado.

 

Pesquise sobre aquela área que você não conhece bem, assista a vídeos, leia livros e artigos. Quando não sabemos sobre algum assunto, tendemos a não nos sentirmos estimulados, mas, quanto mais conhecemos sobre um assunto, mais criativos podemos ser na resolução de problemas.

15 Minimize distrações

Não é à toa que as pessoas que trabalham em casa têm dificuldade para gerenciar o tempo. Existem inúmeras distrações que podem tirar o foco de um trabalhador dentro de casa. Por isso, mude todo o ambiente ao seu redor.

 

Diminua as distrações enquanto executa alguma tarefa. Se puder, desligue o celular, ou pelo menos a internet. Caso o seu trabalho não envolva a internet, considere se desconectar completamente.

 

A escritora Zadie Smith disse em entrevista que usa um celular sem internet, para que não se distraia enquanto trabalha. E, caso tenha alguma dúvida em relação a uma expressão ou palavra, ela deixa para procurar depois para não interromper o fluxo do trabalho.

 

Siga o exemplo de Smith e se concentre apenas no que tem que fazer. Caso tenha a ideia de pesquisar alguma coisa, anote a ideia para procurar depois. A maioria dos impulsos que temos enquanto estamos trabalhando podem, e devem, ser deixados para depois.

 

Caso esteja trabalhando em casa, desligue a televisão. Não trabalhe ouvindo canções que possam te distrair. Prefira músicas sem letra. Faça todas as suas tarefas domésticas antes de iniciar um trabalho ou ignore as obrigações durante o horário de trabalho.

 

Lembre-se de que você já estipulou um tempo para tudo, então as tarefas menos importantes serão realizadas depois que você terminar de fazer o seu trabalho.

16 Estabeleça metas concretas

Empreendedores muito ambiciosos e imperativos irão, logo após a leitura deste texto, fazer uma lista de coisas que precisam fazer e tentar concretizar tudo de uma vez. Como já foi dito anteriormente, para que os seus projetos sejam bem-sucedidos, planejamento é essencial. Então estabeleça inicialmente algo que pode concluir.

É muito fácil se sobrecarregar no mundo dos negócios. As pessoas sempre estão se movendo, e parece que você também tem que se manter ocupado o tempo todo. Essa abordagem pode sobrecarregar a mente e o corpo, não necessariamente com o trabalho importante.

 

O ser humano costuma agir movido a estímulos e, quando não consegue achar essa motivação no trabalho, ele encontra tarefas mais simples, porém mais estimuladoras, para se manter ocupado. É aí que a procrastinação age, pois rouba um tempo precioso e dá a falsa sensação de ocupação. Todos os serem humanos já enfrentaram esse problema, e para deixar esses hábitos, é necessário fazer alguns esforços.

 

O primeiro passo a fazer é identificar a causa da sua procrastinação. Caso seja algo que necessita de intervenção médica, procure um profissional. Mas, quando você perceber que a procrastinação é um hábito que você adquiriu ao longo dos anos e que está atrapalhando consideravelmente o seu desempenho pessoal e profissional, as dicas que demos podem te ajudar.

 

Procrastinar é algo comum, principalmente quando o empreendedor é imperativo e planeja fazer várias coisas ao mesmo tempo. Em muitos casos, a empolgação inicial da ideia não é o bastante para concretizá-la meses depois. Por isso, anote as suas ideias e tire um dia da semana para se rever todas as anotações e fazer um planejamento das suas atividades pessoais e profissionais.

 

Revise o seu comportamento. Existem momentos que propiciam a procrastinação na sua vida? Se sim, faça o possível para minimizar as chances de você procrastinar. Mude o seu ambiente, restrinja o seu acesso à internet durante um projeto, minimize as conversas paralelas.

 

Caso você não consiga seguir todos esses passos de primeira, não se preocupe. Comece aos poucos e tente novamente, até que a produtividade seja um hábito.

 

Aproveita para conferir outros conteúdos sobre este e outros temas disponíveis no nosso site e redes sociais. Desejamos sucesso na sua jornada empreendedora!

 

Procrastinação
Procrastinação: como parar de perder tempo?
Reconhecer que a procrastinação está afetando o seu desempenho é o primeiro passo para buscar estratégias que podem ajudar.