Gestão de tráfego: o que é e qual a melhor estratégia de ADS?

Gestão de Tráfego e seus tipos

Avaliação
Sem votos

Publicado em 11/11/2021 | Atualizado em 11/11/2021

Imagem do Topo
Gestão de tráfego

A gestão de tráfego é essencial para melhorar o posicionamento da sua marca entre seus concorrentes, criar autoridade e engajar seu público.

 

Usando estratégias comprovadas, uma empresa pode converter potenciais clientes em leads, aumentando a taxa de conversão e, por consequência, suas vendas e faturamento.

 

Exatamente por causa disso, nós criamos este artigo para explicar o que é gestão de tráfego, sua importância e as melhores estratégias de Ads. 

O que é Gestão de Tráfego?

O tráfego do seu site e redes sociais é a quantidade de usuários que o visitam. Então, é natural que você queira que esse número seja alto, pois quantas mais pessoas, maior é a chance de conversão.

 

Porém, nem sempre um alto número de visitantes quer dizer qualidade. Por exemplo, um produtor rural pode ter milhares de visitantes, mas quantos deles realmente vão se tornar clientes?

 

É nesse momento que a gestão de tráfego entra em cena para otimizar o público que visita seu site. Ao realizar uma boa gestão, é possível se conectar às pessoas que estão aptas a se tornar seu cliente, ou seja, aquelas pessoas que podem precisar da sua solução.

 

O primeiro passo para otimizar seu tráfego é descobrir quais os melhores canais para implementar as estratégias. Você precisa conhecer seu cliente, seus hábitos e principalmente, quais plataformas usam.

 

Caso contrário, você está apenas conectando-se com pessoas aleatórias na esperança de dar sorte e que entre elas tenha alguém que precise dos seus serviços ou produtos. Por isso, a gestão de tráfego é uma ótima ferramenta para aproveitar ao máximo seus recursos e investimentos e aumentar sua taxa de conversão.

 

Além disso, ao aplicar as técnicas certas, o seu cliente ideal passará a visitar cada vez mais seu site e redes sociais. E, graças à AI (Artificial Inteligence ou Inteligência artificial em português), as plataformas recomendarão seu empreendimento aos usuários com perfil e interesses semelhantes.

 

Tendo todos estes benefícios em mente, agora vamos entender melhor como a gestão de tráfego funciona. 

Gestão de tráfego e seus tipos

Naturalmente, tem diversas formas pelas quais os usuários consomem conteúdo online. Assim, um visitante pode chegar ao seu site de diferentes maneiras, caracterizando diferentes tipos de tráfego.

 

👍👍 Vamos conhecer alguns tipos de tráfego: 

 

✅ Tráfego Orgânico

Obviamente você já deve ter pesquisado alguma coisa no Google e acessado o primeiro ou segundo resultado. Ou seja, a posição entre os primeiros resultados é determinante para o sucesso.

Mas como as empresas conseguem se posicionar na primeira página sem anúncios?

Isso se deve à aplicação de SEO (Search Engine Optimization) ou traduzindo para o português, Otimização para Motores de Busca. O Google possui certos parâmetros para realizar as buscas e achar os melhores resultados para o usuário. Então, para uma boa gestão de tráfego, você precisa entender estes parâmetros e usá-los ao seu favor. Desse jeito sua marca terá maiores chances de ser encontrada pelos mecanismos de busca.

 

No SEO vários fatores influenciam os resultados, desde a programação, peso das imagens, conteúdo, trabalho da palavra-chave etc. No entanto, o que mais influencia é a criação de conteúdo que seja útil para o usuário, entregando valor para ele. Por exemplo, você já deve ter pesquisado no Google como resolver algum problema, certo? Então, provavelmente você tenha achado a solução no site de alguma empresa que tenha criado algum tipo de conteúdo. Isso é usado para atrair os potenciais clientes, ao tentar solucionar uma dor dele.

 

A partir disso, as marcas direcionam o usuário por uma jornada de conteúdo que informa ele sobre o problema e soluções que existem. Eventualmente, ele chega até o produto ou serviço da marca que está produzindo o conteúdo e, como já tem certa confiança na marca, a chance de conversão é alta.

 

Este tipo de tráfego é bom porque cria um público estável e a longo prazo, o que não pode faltar no planejamento para cumprir suas metas de gestão de tráfego.

 

Contudo, é necessário ressaltar que os resultados demoram. Além disso, é possível que você gaste muito tempo aprendendo a criar conteúdo ou dinheiro contratando redatores profissionais. Mesmo assim, no longo prazo vale a pena e é muito benéfico.

 

✅ E-mail marketing

O e-mail marketing é um grande aliado do tráfego orgânico, já que se baseia em uma lista de contatos adquiridos normalmente em troca de conteúdo. A partir disso, a marca pode mandar e-mails ao usuário com o intuito de divulgar serviços ou produtos, ofertas ou mais conteúdo.

 

Tráfego direto

Este é o tipo de tráfego mais raro, já que o usuário digita diretamente o seu link no navegador. Então, ele já deve ter conhecimento da sua marca ou obteve a indicação de alguém, o que acontece com muita menos frequência que as outras formas de tráfego.

 

Tráfego de referência

Assim como o tráfego direto, o de referência é pouco comum, pois vem de links de outros sites. Sendo assim, outro site deve ter colocado um link para o seu, seja para um conteúdo ou para um produto ou serviço.

 

Tráfego social

O tráfego social envolve todo aquele que se origina graças às redes sociais, seja pago, orgânico, ou fruto de parceriasVamos falar mais deste tipo de tráfego mais para frente quando ao abordar o Facebook Ads e Instagram Ads.

 

Tráfego pago

Com certeza você já deve ter feito uma pesquisa no Google ou em outro buscador. Bom, antes dos resultados orgânicos, é comum que apareçam links patrocinados sobre o tema que foi pesquisado. 

 

Esta opção é ótima para resultados a curto prazo, já que aparecem os primeiros nas pesquisas. Porém, deve ser feita uma boa gestão de tráfego para determinar quais palavras-chave são as melhores para anunciar.

 

Também é possível especificar quais grupos de usuários verão seus anúncios e quais horários e dias da semana estarão ativos. Isso ajuda a aproveitar ao máximo o seu investimento nesta estratégia. Porém, um ponto negativo é que os anúncios duram apenas até o dinheiro investido acabar. Mesmo assim, é uma ótima opção para aumentar o tráfego a curto prazo.

 

Para aproveitar ao máximo estes recursos, veja a continuação as melhores estratégias de Ads para seu negócio.

Estratégias de Ads

Já vimos as diferentes opções para implementar na sua estratégia de gestão de tráfego. Agora vamos focar nas melhores formas de usar os recursos pagos, adotando as estratégias de Ads mais eficientes.

 

O primeiro que precisamos destacar é que existem várias plataformas e canais para anunciar seus produtos ou serviços. Dessa maneira, você precisará definir qual deles é o melhor para dialogar com seu público-alvo. Por isso, é muito importante que você conheça seu cliente.

 

Vamos explicar mais sobre as opções disponíveis e as melhores práticas para se implementar.

 

✅ Google Ads

Antigamente chamado de Google Adwords, o Google Ads é o principal recurso usado para atrair tráfego pago. Basicamente, ele funciona por meio de pagamento por click em links patrocinados.

 

Isto significa que você paga a cada click que seu anúncio tem, o que tem suas vantagens e desvantagens, que iremos ressaltar daqui a pouco.

 

Você pode escolher entre diversos tipos de anúncios como:

✔️ Anúncios na rede de pesquisa;

✔️ Anúncios na rede display;

✔️ Anúncios no YouTube;

✔️ Anúncio para aplicativo;

✔️ Anúncio no Google Shopping.

 

Ou seja, existem diversos recursos de gestão de tráfego que podem aumentar os seus leads se usados corretamente.

 

Conheça as 8 melhores estratégias para usar aproveitar ao máximo o Google Ads:

1️⃣ Defina seu objetivo

O primeiro passo para começar sua estratégia de gestão de tráfego é definir qual será seu objetivo. Existem diversos motivos para lançar campanhas de anúncios, como:

 

✔️ Lançamento de nova marca, produto ou serviço;

✔️ Divulgar um produto ou serviço já existente;

✔️ Fazer campanhas promocionais;

✔️ Adquirir autoridade tornando sua marca mais conhecida;

✔️ Atrair mais tráfego para seu site, blog ou redes sociais.

 

Depois de definir o propósito da campanha, será necessário estabelecer um objetivo quantitativo referente às visitas e conversões esperadas. Além disso, definir um prazo pode ser essencial.

 

Porém, lembre-se de sempre estabelecer metas realistas e que possam ser alcançadas. Neste caso você precisa ter bem claro qual o resultado esperado para o seu investimento.

2️⃣ Analise a concorrência

Para qualquer tipo de negócio, analisar a concorrência faz toda a diferença entre sucesso e fracasso. Assim, você consegue aprender da experiência alheia, percebendo o que dá resultados e o que não dá.

 

Então, para fazer uma boa gestão de tráfego, você deve analisar os anúncios mais bem posicionados dos concorrentes e se questionar sobre quais estratégias eles usam.

Por exemplo: qual palavra-chave usam? A qual página é redirecionado o usuário ao clicar? Quais gatilhos mentais são aplicados?

3️⃣ Trabalhe bem a palavra-chave

Sempre que pensar em gestão de tráfego tenha certeza de que estará trabalhando com palavras-chave, que são a base do mecanismo de busca, já que por meio delas o seu usuário conseguirá chegar até seu negócio. Por isso, escolha cuidadosamente quais usar.

 

O próprio Google tem um planejador de palavras-chave no qual você pode analisar dados como:

 

✔️ Volume de busca;

✔️ Custo médio;

✔️ Concorrência.

4️⃣ Métricas do índice de qualidade

Outro ótimo recurso do Google Ads é o índice de qualidade, o qual mede o desempenho dos seus anúncios por meio de uma nota de 1 a 10. Por exemplo, um anúncio com nota 10 indica que está tendo bons resultados e você está pagando menos por um melhor posicionamento. Sendo assim, uma estratégia muito efetiva é focar nos anúncios com maior nota.

5️⃣ Página de destino otimizada

Por outro lado, imagine que você já aplicou todas as estratégias sobre os anúncios, mas o usuário chega à página de destino e não acha as informações que precisa ou perde o interesse.

 

Se isso acontecer, você gastou seu tempo e dinheiro na gestão de tráfego, mas grande parte disso é perdido devido ao mau uso da página de destino. A página à qual o usuário é redirecionado tem tanta importância quanto o anúncio em si, pois de nada serve captar a atenção do usuário se não consegue mantê-la. 

 

Então, capriche nas páginas de destinos, se possível invista em UX UI Design e UX Writing. Estas áreas são responsáveis por otimizar a experiência do usuário e, assim, conduzir ele até a conversão.

6️⃣ Segmente seu público

Por outro lado, uma das práticas mais importantes da gestão de tráfego é segmentar o público que verá seus anúncios. Ou seja, poderá definir qual região, faixa etária e interesses atingir com seus anúncios, entre outras categorias.

 

Deste modo o seu público se torna altamente qualificado. Isto quer dizer que está investindo em alcançar o público apto a consumir seus produtos ou serviços. Logo, os seus investimentos são direcionados da melhor forma possível, alcançando usuários com maior chance de conversão.

7️⃣ Faça testes

Na gestão de tráfego existe uma estratégia muito eficiente para escolher entre dois tipos de conteúdos. Quando não se tem certeza sobre o que funcionaria melhor na prática, o ideal é fazer um teste A/B.

 

Para isso são necessários dois tipos de conteúdos diferentes, neste caso anúncios. A partir disso, se mostra a alguns usuários a versão A e a outros a versão B e se analisa qual das duas teve melhor resultado. Uma dica valiosa para realizar testes A/B é trabalhar com uma variável por vez. Em vez de usar dois anúncios totalmente diferentes, use dois anúncios quase idênticos, mas com pequenas variações. Dessa forma é muito mais fácil definir quais os elementos que estão tendo melhores resultados.

8️⃣ Evite sabotagem da concorrência

Como falamos anteriormente, o Google Ads funciona por meio de investimento por click. Por isso, ao realizar a gestão de tráfego do seu negócio é importante verificar se a concorrência não está sabotando você e roubando seus clicks.

 

Mas afortunadamente, existe uma forma de descobrir o IP dos seus concorrentes e impedir que eles vejam seus anúncios. Basta ter uma conta de Gmail e excluir o IP nas configurações.

Para isso, siga estes passos:

 

✔️ Acesse uma conta Gmail;

✔️Consuma algum conteúdo do seu concorrente que precise inserir o seu correio eletrônico. Assim você receberá um e-mail dele;

✔️ Abra o e-mail recebido;

✔️ Na parte superior, ao lado da seta “responder”, existem três pontinhos que abrem um menu;

✔️ Neste menu, clique em “Mostrar original” e uma nova guia será aberta;

✔️ Nesta nova guia, procure pela palavra “Received:”;

✔️ O número que a continuação será o IP do seu concorrente;

✔️ Acesse as configurações do Google Ads;

✔️ Clique em "Exclusão de endereços de IP” e adicione os IPs dos seus concorrentes.

 

Pronto! Com esta dica você evita que os seus investimentos sejam drenados, usando-os para atrair clientes em potencial de verdade.

Facebook Ads e Instagram Ads

Para realizar uma boa gestão de tráfego, não pode faltar conhecimento sobre Facebook Ads e Instagram Ads.

 

Caso ainda não tenha estas redes sociais, saiba como criar uma página para sua empresa no Facebook e Instagram.

 

Já que pertencem a mesma empresa, podemos agrupar os dois na mesma categoria, até porque seu funcionamento é similar. Porém, não são totalmente iguais e cada uma das plataformas tem algumas particularidades, as quais vamos explicar daqui a pouco. 

 

Além do mais, ao usar redes sociais o usuário não está procurando ativamente por uma solução, como acontece quando realiza uma pesquisa no Google. Muito pelo contrário, ele está navegando e interagindo tão naturalmente que muitas vezes nem percebe que se trata de um anúncio. Por causa disso, é possível conseguir muito engajamento e um grande número de interações. 

 

Por outro lado, no Facebook e Instagram é muito mais difícil conseguir tráfego orgânico, sendo que se não investir em Ads provavelmente não conseguirá ter um alcance significativo.

Então, a melhor estratégia de gestão de tráfego por meio das redes sociais é por meio de Ads no Facebook e Instagram. Assim, as suas publicações serão mostradas para mais usuários.

Vantagens e desvantagens do Facebook Ads e Instagram Ads

As duas redes sociais permitem criar diferentes categorias de anúncios, cada uma com suas particularidades, seus prós e seus contras.

 

No entanto, diferente do Google Ads, os anúncios não são pagos por meio de cliques, e sim por meio da quantidade de pessoas que se deseja alcançar.

 

Assim, também por ser segmentado, você consegue escolher as características dos usuários qualificados para obter sua solução e a quantidade desses usuários aos quais quer mostrar o seu anúncio.

 

Infelizmente, isso não é tão rentável quanto o Google Ads sob o ponto de vista quantitativo, já que provavelmente muitos usuários nem chegarão a ler seu anúncio.

 

Mas mesmo assim, com uma gestão de tráfego pago correta e conhecendo seu público, o Facebook Ads e Instagram Ads podem ser grandes aliados. Além disso, as duas redes sociais permitem fazer testes para definir quais práticas nos seus anúncios são as melhores na hora de gerar engajamento e tráfego para seu perfil e site.

 

✅ Diferenças

Como mencionamos, apesar de serem bastante similares, os dois têm algumas particularidades que devem ser consideradas ao realizar a gestão de tráfego.

O Facebook tem muito mais usuários que o Instagram e a cada dia esse número aumenta. Além disso, é possível criar uma página da sua marca e integrar seus dados, como site, contato, localização, etc. Além do mais, a função do Marketplace já está bastante consolidada nele.

 

Já o Instagram foi usado informalmente como plataforma de vendas por um tempo, sendo que as funcionalidades de e-commerce são relativamente novas. Apesar disso, os usuários tiveram uma boa resposta, mas ainda não chegou ao nível do Facebook.

 

Por outro lado, o Instagram é uma rede social mais visual, então é necessário levar isso em consideração na hora de criar os anúncios e conteúdos. Sobretudo quando o assunto é a qualidade das imagens e vídeos.

 

Tendo tudo isso em mente, a pergunta que você precisa se fazer antes de escolher investir nas duas redes sociais é: onde a maior parte do seu público se encontra e interage mais?

 

✅ Linkedln Ads

Se você atua na área de B2B, é essencial incluir na sua gestão de tráfego o Linkedin Ads. Esta estratégia é ótima para fortalecer sua marca e chegar até seus clientes, já que o foco desta rede social é profissional. Também, como este método é pouco usado no Brasil, existe pouca concorrência, por isso é mais rentável, podendo alcançar melhores resultados com menor investimento.

 

✅ Segmentação

O maior e mais importante diferencial do LinkedIn Ads é a possibilidade de segmentação. Ao realizar gestão de tráfego nas outras redes sociais, é possível segmentar por faixa etária, gênero e outras características.

 

Entretanto, apenas o LinkedIn tem acesso às informações profissionais dos seus usuários, como:

✔️ Cargo;

✔️ Setor de atuação;

✔️ Nome da empresa;

✔️ Tamanho da empresa;

✔️ Nível de experiência;

✔️ Formação;

✔️ Instituições de ensino.

 

Ou seja, é possível atingir um público mais específico, incluindo os tomadores de decisão das empresas, o que aumenta imensamente as chances de conversão.

 

✅ Tipos de anúncios

Ao realizar gestão de tráfego no LinkedIn Ads você pode optar por quatro opções de anúncios:

✔️ Sponsored Content ou Conteúdo Patrocinado: é muito similar ao usado no Facebook e Instagram, no qual o anúncio aparece no feed de notícias do usuário.

✔️ Dynamic Ads ou Anúncios Dinâmicos: são anúncios personalizados de acordo com o perfil do usuário.

✔️ Text Ads ou Anúncios em Texto: aparecem na barra lateral em espaços reservados para anúncios e links patrocinados.

✔️ Sponsored InMail ou Mensagem na Caixa de Entrada: esta é a opção com mais engajamento, já que consiste em uma mensagem direta ao usuário. Sendo assim, é bem provável que ele a leia, além de gerar um tom mais pessoal e de proximidade.

Dicas para realizar a Gestão de tráfego

Já apresentamos os conceitos mais importantes na gestão de tráfego e as melhores estratégias de Ads. Mas precisamos ressaltar algumas dicas para que os resultados sejam ainda mais positivos.

1️⃣ Evite anúncios enganosos

Com toda certeza, publicar anúncios enganosos, tendenciosos ou falsos é a melhor forma de quebrar a confiança que o potencial consumidor poderia chegar a ter na sua marca.

Sempre seja o máximo de transparente possível com o usuário para que ele não crie expectativas errôneas e a imagem do seu empreendimento fique manchada.

2️⃣ Faça análises com frequência

A gestão de tráfego não é uma atividade estática. A empresa precisa estar constantemente monitorando os números e resultados das suas estratégias para conseguir avaliar os resultados.

Apenas desse modo é possível determinar se a gestão de tráfego está implementada corretamente e quais pontos podem ser melhorados.

3️⃣ Aplique técnicas de neuromarketing

O neuromarketing surgiu como uma ciência que estuda os diferentes fatores que podem influenciar um potencial cliente a fazer uma compra.

Sendo assim, uma boa estratégia é estudar sobre as técnicas de neuromarketing e aplicá-las ao seu negócio, principalmente ao tráfego pago. Assim, você chamará mais a atenção dos clientes em potencial.

4️⃣ Contrate uma agência de marketing digital

Realizar a gestão de tráfego pode parecer muito trabalhoso e exaustivo, já que requer certo tempo, dedicação e recursos.

Se o seu empreendimento achar mais vantajoso ou rentável, uma opção é recorrer a agências de marketing digital. Elas não só conseguem aplicar as melhores estratégias de Ads, como também podem oferecer criação de conteúdo para aumentar o tráfego orgânico.

 

5️⃣ Adapte a gestão de tráfego ao seu negócio

Ao longo deste artigo nós explicamos o que é gestão de tráfego e como aplicar as melhores estratégias de anúncios em algumas das plataformas disponíveis.

Agora basta pesquisar sobre o seu público para saber quais estratégias podem ser mais eficientes. Lembre-se de fazer testes e sempre acompanhar os resultados!

 

Neste artigo falamos sobre Gestão de Tráfego e como fazer uso da estratégia para potencializar a presença da sua empresa no universo digita e converter potenciais clientes em leads, aumentando a taxa de conversão e, por consequência, suas vendas e faturamento. Se deseja conhecer mais sobre esse ou outros assuntos de interesse, não deixa de conferir os conteúdos que disponibilizamos neste canal e nas nossas redes sociais.

 

Desejamos sucesso na sua jornada empreendedora.

 

Até a próximo o próximo conteúdo!