Tendência de negócios para 2022

O que devemos ficar atentos para os próximos meses

Avaliação
Sem votos

Publicado em 05/11/2021 | Atualizado em 05/11/2021

Imagem do Topo
Tendências 2022

Nunca o empreendedorismo esteve tão em alta no Brasil. Mesmo diante de uma crise econômica, o brasileiro sempre busca se reinventar. No entanto, quem está pensando em investir na sua independência financeira, é importante estar atento as tendências de negócios para 2022.

 

O que vai estar em alta no próximo ano? Como sabemos, o mercado vem sofrendo um forte impacto. Embora o cenário seja repleto de incertezas, alguns setores demonstram um forte potencial.

 

Diante da alta taxa de desemprego, ter um negócio próprio, e que seja rentável, surge como a principal alternativa para várias famílias. Esse momento também vem sendo encarado como uma oportunidade para quem sempre sonhou em empreender.

 

Para que esse investimento traga retorno, é importante estar atento as projeções e tendências do mercado antes de dar o primeiro passo. 

Mercado favorável ao empreendedorismo

Segundo um levantamento recente do SEBRAE, no primeiro semestre de 2021 houve um aumento recorde de abertura de micro e pequenas empresas no país.

 

Esse percentual é considerado o maior desde 2015. Somente nos seis primeiros meses foram cerca de 2,1 milhões de novos negócios, um crescimento de 35% em comparação ao mesmo período em 2020.

 

Sobre o que devemos ficar atentos nos próximos meses 👀

 

Para 2022 devemos ficar atentos a algumas tendências que já vêm em alta nos últimos dois anos. Além delas, outras inovadoras também demonstram que podem ser grandes oportunidades.

 

Contudo, é importante ter maturidade na hora de empreender. Estude a fundo o mercado e faça um bom planejamento para que o seu negócio obtenha o sucesso esperado.

 

Conhecer bem as principais áreas que estão em alta, e todo o conceito de empreender, pode te dar uma visão mais ampla de onde investir os seus recursos e como implementar as melhores estratégias para prosperar.

 

Sabendo disso, veja alguns fatores que todo empreendedor deve estar atento no próximo ano para gerar resultados satisfatórios:

 

👍🏼 E-commerce

 

A pandemia mudou muito a maneira na qual consumimos produtos e serviços. Com o isolamento social, os e-commerces ganharam força.

 

Mesmo com a volta das atividades normais, a expectativa é que o mercado digital não sofra um retrocesso. Pelo contrário, a tendência é que ele siga se desenvolvendo no futuro.

 

Uma das vantagens para quem está iniciando um negócio é o fato de não precisar de uma loja física. Hoje em dia é possível comercializar os seus produtos de forma digital.

 

Além de reduzir os custos com aluguel de um espaço, despesas para manutenção e mão de obra, ter uma loja online te possibilita ampliar os horizontes e abranger um número maior de consumidores.

 

Contudo, tenha a consciência de que, embora proporcione uma facilidade para comercializar os seus produtos, também existe a questão da forte concorrência.

 

Portanto, sempre trabalhe bem o marketing da sua empresa para que a sua marca ganhe visibilidade e se destaque diante dos outros. Não é porque o negócio é online que ele não deverá ser tratado como se fosse uma liderança no mercado.

 

Utilize todas as ferramentas a seu favor. Crie conteúdos que sejam interessantes para atrair a audiência e ter um maior engajamento do público. Lembre-se de agregar valor na vida das pessoas.

 

Aposte nas redes sociais e até mesmo em um blog. Use a criatividade a seu favor para mostrar as suas qualidades e atrair mais potenciais compradores para o seu e-commerce.

 

👍🏼 Home Office

 

Outra mudança que passamos nos últimos dois anos foi a adoção do sistema de home office. Essa é uma tendência que deverá ser mantida em 2022, no entanto, de maneira aprimorada.

 

Para quem pensa em abrir uma empresa, é possível fazer uma gestão nesse sistema de trabalho. Por mais que precise de uma equipe, os profissionais não precisam mais estar presencialmente em um espaço físico para executar as suas tarefas.

 

A tecnologia permite que isso seja feito remotamente. O controle de estoque, caixa, vendas, faturamento pode ser todo feito por sistemas e plataformas. Até mesmo reuniões e treinamentos podem ser realizados à distância.

 

Entretanto, para que o negócio funcione da maneira correta é preciso saber explorar todos esses potenciais. Quando bem feito, ele aumenta a produtividade e reduz os custos operacionais que costumam ser elevados no modo convencional.

 

👍🏼 Dropshipping

 

Deseja ter um negócio, porém não conta com recursos para investir nesse momento? Isso não precisa ser uma desculpa para não começar a fazer dinheiro. O Dropshipping vem ganhando popularidade e é uma aposta para o próximo ano.

 

Esse é um tipo de negócio onde a pessoa atua, de forma intermediária, sem a necessidade de ter o produto ou serviço em si. Na realidade se torna um revendedor, onde o seu trabalho consiste em vender algo do vendedor para os clientes.

 

Isso pode ser interessante pois não precisa se preocupar com fatores como produção ou estoque. Contudo, para ter lucro é preciso uma dedicação maior.

 

👍🏼 Criação de conteúdo

 

Com o aumento nas vendas online, o marketing digital se tornou ainda mais necessário. Dentro das inúmeras estratégias, a criação de conteúdo é uma das mais importantes.

 

Diante dessa demanda, tem crescido a procura por profissionais para produzir textos para blog, site e redes sociais. Um bom material poderá, além de trazer informações relevantes, influenciar na decisão de compra de um cliente. Algumas empresas contratam agências ou pessoas especializadas para produzir esses conteúdos.

Quais são as principais tendências de negócios para 2022

Se 2020 e 2021 foram anos positivos para se iniciar o próprio negócio, em 2022 será um momento favorável para realizar esse sonho.

 

Por outro lado, também existe uma certa tensão quanto a possibilidade de que grande parte dessas micro e pequenas empresas possa vir a quebrar. As principais razões são uma má gestão ou investimento em uma área que não esteja tão em alta.

 

Para não correr esse risco, veja alguns nichos que vale a pena investir:

 

👍🏼 Importação de produtos

 

Muitos produtos que estamos habituados a consumir têm origem de outros países. A china é um dos que lideram essa lista. Desde de eletrônicos, capas e acessórios para celulares e tablets, brinquedos, maquiagem, roupas, itens de decoração e utensílios em geral são trazidos de fora.

 

Diante dessa forte demanda no mercado nacional, o setor de importação de produtos pode ser uma boa opção para quem deseja empreender.

 

Esses itens podem ser comercializados em uma loja, seja ela física, virtual ou ambas. Caso esse não seja o desejo, poderá ser também uma opção para quem deseja atuar apenas como um distribuidor, ou seja, fazer a ligação entre os fornecedores no exterior e os comerciantes aqui no país.

 

É possível ter lucratividade nas suas situações mencionadas acima. Um dos pontos positivos é que existe uma diversidade de produtos.

 

Contudo, é importante entender o que tem potencial de fazer sucesso entre o público brasileiro. Ter itens exclusivos e novidades podem te destacar diante da concorrência.

 

Faça uma boa pesquisa de mercado para não ficar limitado apenas ao mercado chinês. Outro cuidado que deve-se ter é sobre as regras de importação e legislações em vigor para que todo o processo de importação ocorra dentro da legalidade.

 

👍🏼 Infoprodutos

 

Outra aposta para 2022 são os infoprodutos. Nesse tipo de negócio, o empreendedor passa a ser um criador de produtos digitais. Mas o que isso significa?

 

É possível produzir e comercializar itens virtuais, como:

 

✔️Cursos online;

✔️E-books;

✔️Audiobooks;

✔️Infográficos;

✔️Apostilas;

✔️Videoaulas;

✔️Aplicativos;

✔️Livros;

✔️Músicas.

 

A maioria deles tem como foco a área do conhecimento.  O interessante que qualquer pessoa, que possua alguma habilidade, pode explorar esse nicho. Ela poderá criá-lo ou até mesmo contratar alguém para produzir e comercializar.

 

Uma das vantagens é que o custo para produzir é infinitamente menor quando comparado a uma versão física, por exemplo. Além do material, também tem uma economia em relação ao frete e estoque, por exemplo.

 

No entanto, embora seja promissor, analise sempre se o seu infoproduto tem mercado e adesão das pessoas. Não tem ideia? Que tal pesquisar as necessidades e interesses do público para criar algo a partir daí?

 

Outro fator a ser considerado é que, embora não seja uma regra, o ideal é que o infoproduto tenha um potencial ilimitado de vendas.

 

👍🏼 Marketing de afiliados

 

Para quem deseja trabalhar com infoprodutos ainda existe uma oportunidade de explorar um outro nicho de mercado: o marketing de afiliados.

 

Esse trabalho consiste em divulgar esses produtos em plataformas online. A cada venda concluída, recebe-se uma comissão.

 

É uma chance para quem comercializa os seus infoprodutos, quanto para quem busca uma oportunidade para fazer uma renda extra.

 

✅Pró: não precisa de investimento, altamente lucrativo, diversidade de produtos, possibilidade de trabalhar de qualquer lugar do mundo;

 

✅Contra: trabalho exige uma dedicação para obter bons resultados e lucros, boas estratégias de vendas, alto poder persuasivo.

 

Essa divulgação poderá ser feita de várias maneiras, sendo as redes sociais as mais utilizadas por esses profissionais. Encontre um nicho rentável, faça disso o seu negócio e obtenha a sua independência financeira.

 

👍🏼 Setor alimentício

Um setor que está sempre em alta é o alimentício. Afinal de contas, todo ser humano precisa de comida para sobreviver.

 

A grande vantagem desse setor é que existem várias maneiras de explorá-lo. Inclusive é um dos nichos mais procurados entre os micro e pequenos empreendedores.

 

Para iniciar esse tipo de negócio não é preciso investir muito dinheiro. A pessoa pode começar aos poucos, vendendo para a vizinhança e conhecidos, e ir crescendo ao longo do tempo.

 

Grandes marcas começaram na cozinha de casa. Com um bom planejamento é possível tornar um simples negócio em uma grande potência do mercado.

 

Não tem ideia do que vender? Veja algumas ideias:

 

 

✔️Bolos, bolo de pote, tortas;

✔️Doces;

✔️Salgados;

✔️Doces e salgados para festas e eventos;<li>Sanduíches;

✔️Balas, chocolates, biscoitos, entre outros (barraquinha ou mercearia);

✔️Pipoca;

✔️Produtos artesanais;

✔️Produtos congelados;

✔️Refeições (restaurante, lanchonete, entrega delivery,...)

✔️Açaí e sorvete;

✔️Drinks;

✔️Bebidas

✔️Produtos veganos, sem lactose, sem glúten, ...

 

Essa é uma ideia de negócio que pode contar com um espaço físico, como restaurante, lanchonete, barraquinha, foodtruck, empório, delicatessen, entre outros.

 

Não deseja investir em um estabelecimento físico? Não tem problema. Poderá contar apenas com o regime de entrega.

 

Não importa qual seja o meio escolhido, o empreendedor deverá sempre investir na divulgação e estratégias para vendas. Utilize as redes sociais, site, como também os aplicativos de delivery para chegar até o seu público. 

Priorize sempre um bom atendimento e a qualidade daquilo que está sendo comercializado, levando em consideração os insumos e a higiene na produção.

👍🏼 Telemedicina

Com a pandemia do coronavírus, muitos serviços de saúde também precisaram se reinventar. O setor de telemedicina ganhou muita visibilidade nos dois últimos anos e deve, embora com um crescimento menor, continuar forte em 2022.

 

Esse é um tipo de serviço onde o atendimento é feito à distância. Isso inclui consultas de rotina, para analisar exames ou tirar dúvidas, sessões de terapia com psicólogos e psiquiatras, dentre outras.

 

Nessa modalidade o médico especialista conversa com o paciente de forma remota, por vídeo, sem a necessidade da pessoa se deslocar de casa até o consultório.

 

Lembrando que esse tipo de atendimento deverá ser realizado apenas por profissionais da área. Se esse é o seu caso, poderá investir nessa modalidade para ampliar os seus atendimentos.

 

Já para quem deseja ter um negócio, poderá ter várias oportunidades. Os consultórios, em sua maioria, não contam com a infraestrutura necessária para realizar esse tipo de atendimento remoto.

 

Diante disso, empresas que fazem locação de espaços, equipamentos e plataformas digitais, por exemplo, podem lucrar terceirizando esses serviços para a modalidade de telemedicina.

 

👍🏼 Artesanato

 

Uma das atividades mais antigas no mundo também está em alta. De todos na lista apresentada, é considerado um dos mais em alta em 2022.

 

A mudança comportamental das pessoas, que estão em busca de produtos menos industrializados, tem levado a um crescimento na procura por itens artesanais.

 

A preocupação com o meio ambiente também é um fator que vem influenciando na maneira na qual consumimos. Produtos que tenham um valor agregado e, principalmente, com uma proposta ecológica estão entre as principais apostas.

 

Isso inclui artigos de decoração, roupas, acessórios, bolsas e até mesmo alimentos. É uma boa oportunidade de negócio para quem é artesão ou deseja ter uma loja especializada nesses artigos.

 

👍🏼 Consultoria de marketing digital

 

Como já mencionamos, o marketing digital é uma forte tendência. Diante disso, cresce a necessidade das marcas e empresas contratarem profissionais especializados nessa área.

 

Esse é o momento para quem domina o assunto, e possui certa experiência, fazer bons negócios. A pessoa poderá atuar tanto de forma independente, prestando serviços, como também criar a sua própria agência.

 

As empresas estão cada vez mais contratando consultores de marketing digital. Esse profissional é responsável em orientar na hora de implementar as estratégias de vendas e crescimento na internet.

 

Ele ajuda as marcas a identificar quais são as melhores oportunidades e quais são os passos necessários para aproveitá-las. Além disso, auxilia na hora de fazer o planejamento para que os objetivos do contratante sejam alcançados.

 

Sabendo que a demanda ainda é maior que a oferta, a hora de começar é agora! Por que não começar hoje mesmo um negócio de consultoria?

 

👍🏼 Especialista em Facebook Ads e Google Ads

 

Ainda dentro do nicho do marketing digital, temos duas outras grandes demandas de profissionais no mercado: especialistas em Facebook Ads e Google Ads.

 

Hoje em dias as empresas já perceberam que as tendências de mercado apontam para o digital. Nem sempre criar apenas bons conteúdos basta para ter sucesso e se destacar diante da concorrência.

 

É preciso entender como funcionam as plataformas e como explorá-las da melhor maneira. No entanto, esse é um trabalho que exige experiência e muito conhecimento.

 

Essa é uma outra grande oportunidade para os profissionais da área de marketing.

 

O Facebook Ads e o Google Ads consistem nos anúncios que vemos na internet. Contudo, embora tenham propostas similares, é importante saber diferenciar cada um deles. Isso é o que veremos a seguir.

 

O Facebook Ads é a ferramenta de anúncio da rede social. Muitas marcas e empresas já estão apostando nisso para aumentar as vendas.

 

Mas não basta simplesmente fazer uma propaganda. É preciso fazer uma boa campanha. Para isso, é importante considerar alguns pontos, como o público certo, por exemplo.

 

O mesmo acontece com o Google Ads. Quando um consumidor sai em busca de um produto ou serviço, ele costuma fazer uma pesquisa online.

 

Nessas horas, estar entre as páginas de destaque é primordial. Isso porque a maioria das pessoas costuma visitar apenas os sites que estão em destaque ou na primeira página. Poucos acessam a segunda página. A partir da terceira esse número diminui ainda mais.

 

Para se destacar em uma busca é preciso adotar algumas técnicas, que incluem o uso de SEO (palavras-chaves) e o os anúncios pagos.

 

As empresas querem ter resultados e por isso desejam direcionar os seus recursos de forma mais inteligente. Isso significa ter um retorno financeiro e não rasgar dinheiro com campanhas ineficientes.

 

Como nem sempre possui tempo, ou conhecimento, acabam contratando um profissional da área para executar essa função.  Especialistas nessas áreas podem aproveitar o mercado aquecido para criar as suas próprias empresas de marketing.

 

👍🏼 Franquias

 

Esse pode não ser uma novidade, mas merece uma atenção. O setor de franquias ainda segue como uma boa aposta para quem tem dinheiro para investir em um negócio mais consolidado no mercado.

 

Depois de uma forte queda em 2020, o setor voltou a reagir positivamente e deve seguir nessa curvatura de crescimento em 2022.

 

Contudo, esteja sempre atento aos nichos que estão mais em alta.

 

👍🏼 Educação

 

Com a pandemia, o ensino passou a ser remoto. Com isso, houve uma queda no desempenho dos estudantes. Para não comprometer o aprendizado, muitos pais resolveram aderir alternativas para reforçar os estudos.

 

Quem possui experiência nesse ramo poderá investir em uma empresas que prestam o serviço de aulas particulares para crianças e adolescentes. A vantagem é que requer um investimento mais baixo, comparado a outros segmentos, e pode trazer um bom retorno a curto prazo.

 

👍🏼 Alimentação em casa

 

Com o delivery em alta, investir em franquias de marcas de alimentos que entregam em domicílio. O investimento inicial varia, começando na faixa dos R$70 mil. O retorno costuma acontecer em um ano.

 

👍🏼 Farmácias

 

Um dos setores que mais faturaram nos últimos anos foi o farmacêutico. As redes de farmácias estão querendo ampliar cada vez mais os seus negócios.  Contudo, esse é um dos investimentos mais altos dessa lista. Os valores iniciais ficam em torno de R$200 mil com um retorno médio de dois anos.

 

👍🏼 Clube de assinaturas

 

Sabia que o setor de clube de assinatura já é responsável pela movimentação de mais de R$1 bilhão por ano no Brasil? Um dos motivos é que ele permite a estruturação de quase todos os tipos de negócios.

 

Isso porque ele consiste em oferecer produtos e/ou serviços para os seus membros, que pagam mensalidades para usufruir dos benefícios.

 

Isso tem atraído a atenção dos investidores, fazendo com que o segmento esteja em alta. É indicado para quem deseja ter receita recorrente de forma mais simples e rápida.

 

👍🏼 Estética

 

Outro setor que segue em alta é o de estética. A prova disso é que o Brasil está entre os três maiores países do mundo que consomem produtos e serviços de beleza e bem-estar.

 

Englobam essa lista vários modelos de empreendimentos, dentre eles:

 

✔️Cabeleireiro;

✔️Manicure e pedicure;

✔️Design de sobrancelha;

✔️Estética corporal;

✔️Massagem;

✔️SPA;

✔️Limpeza e cuidados com a pele;

✔️Depilação.

 

Engana-se que o mercado se limite apenas as mulheres. Os homens estão cada vez mais vaidosos e buscando por serviços de cabelo, barba e pele. Esse, inclusive, pode ser um nicho a ser explorado, uma vez que a concorrência ainda é infinitamente menor do que a do público feminino.

 

O setor infantil também é outro modelo de mercado rentável. Cresce cada vez mais salões de beleza para crianças. 

 

Esse tipo de mercado não se limita apenas a um espaço físico. O profissional especializado poderá atender em domicílio. Use o marketing, principalmente nas redes sociais, para divulgar o seu serviço e aumentar a sua cartela de clientes.

Cuidados antes de começar o próprio negócio

Empreender pode ser uma ótima opção para quem busca uma forma de sustentar a família ou deseja ter independência financeira. No entanto, não é uma tarefa simples. É preciso ter planejamento para que o negócio traga o retorno desejado e possa crescer.

 

Por isso, tenha a ciência que todos os nichos têm seus pontos positivos e negativos. Até mesmo aqueles considerados promissores. Uma má gestão pode comprometer tudo e levar a frustração.

 

Lembre-se que todo investimento apresenta riscos, por menores que eles sejam. Quanto mais a pessoa estiver preparada, maiores as chances de evitar os temidos prejuízos e uma falência.

 

👍🏼👍🏼Veja alguns cuidados que o futuro empreendedor deverá considerar antes:

 

 

Mercado: primeiro ponto a ser analisado. Veja se existe público e oportunidades de crescimento. Alguns negócios podem parecer interessantes, mas não ter perspectiva de ampliar a médio e longo prazo. Não cometa o erro de investir pensando em apenas lucrar a curto prazo.

 

Concorrência: por mais interessante que seja o negócio, veja se ele não está saturado. Estude o mercado para medir a concorrência e também utilize essa pesquisa para analisar os pontos fortes e fracos de cada um para aprimorar a sua empresa.

 

Capital inicial: saber o quanto tem para investir é importante. Nunca utilize toda a sua renda no início. Tenha sempre uma reserva para caso de emergência ou o negócio não d6e certo. Se descapitalizar no começo pode ser um grande risco. Tenha sempre em mente que o lucro não vem rápido e, portanto, é preciso estar sempre amparado.

 

Como podemos notar, o ano de 2022 promete muitas novidades e também a consolidação de alguns setores que já vêm demonstrando uma tendência de alta. Esteja sempre atento as promessas do mercado, mesmo que não sejam ligadas ao seu nicho.

 

Quanto mais conhecimento tiver, maiores as chances de detectar e aproveitar as oportunidades a seu favor. Possui alguma dúvida sobre como empreender? Conte sempre com o SEBRAE para te ajudar a se tornar um empreendedor de sucesso.

 

Não deixe de acessar outros conteúdos disponíveis neste canal e nas nossas redes sociais. 

 

Até a próxima leitura!

Tendência
Tendência de negócio para 2022
Confira nesse e-book algumas tendências de mercado que serão fortalecidas em 2022.